quarta-feira, 30 de março de 2016

, ,

Óleo de coco – Parte III: Pele

Hoje vou falar do uso de óleo de coco para benefícios da pele, como citei na parte I, uso o óleo de coco para consumo alimentar, na parte II falei sobre quando adotei o óleo de coco para benefícios e cabelo. E hoje encerro o tema falando sobre o meu uso do produto para a pele. 


Benefícios
Facilita remoção de maquiagens (nunca testei)
Fácil absorção da pele (comprovado)
Mata fungos e bactérias da pele
Antioxidante
Promete promover a remoção de células mortas
Proporciona maciez
Entre muitos outros benefícios
Eu li inúmeros benefícios que o óleo de coco pode proporcionar para a pele, claro, não sei até onde tudo isso é verdade, mas vou falar da minha experiência e o que eu aprovei.

Como eu uso?
A princípio da mesmo um receio de usar o óleo de coco na pele, porque a primeira coisa que a gente pensa é no aspecto da oleosidade. Como eu faço natação todos os dias, a minha pele tende a ficar bem ressecada. Por isso resolvi testar o uso do produto na pele. E tive uma surpresa boa.

A pele realmente absorveu rapidamente o óleo de coco sem deixar aquele aspecto brilhoso da oleosidade, ao contrário, no caso passei nas pernas e achei incrível. A pele ficou super macia, e lisinha.

À partir de então, quando eu saio da natação, após o banho passo o óleo nos pés para evitar rachaduras e ressecamento, e nas pernas.

Outra condição de uso e esta eu não pensei duas vezes antes de fazer.

Modo 02

Geralmente eu faço uma misturinha de pomada antiassaduras (uso Hipoglós)
com óleo de amêndoas e passo no bumbum, coxas, barriga  e principalmente nos seios. Esses são os principais lugares que podem desenvolver estrias com o tempo, e esta misturinha é tiro-e-queda para evitar o problema. Então resolvi trocar o óleo de amêndoas pelo óleo de coco, e acho que foi uma boa escolha a sensação de maciez é a mesma.



Modo 03
Sabe aquele autoexame de toque nos seios que toda mulher DEVE fazer? Pois é, agora uso o óleo de coco durante o toque. Ah, mas a pele vai ficar cheirando coco? Para quem gosta do cheiro (que é muito suave), tudo bem, mas para quem tem problemas com o cheiro do coco, por mínimo que seja. A dica é misturar com o seu hidratante corporal. Faço isso antes de dormir, e adoro.

No rosto
Eu confesso que evito ao máximo o uso do óleo de coco no rosto, já li que faz super bem, mas evito mesmo assim, então resolvi testar de outra forma. Fazendo um esfoliante caseiro que adoro e colocando um pouquinho do óleo junto:

Receita
- 1 colher (sopa) de mel
- 1 colher (chá) de aveia ou pó de café
- 1 colher (chá) de óleo de coco

Depois que misturo os ingredientes muito bem, passo muito suavemente com as pontas dos dedos no rosto e depois deixo agir por cerca de 10 minutos. Após lavar, a pele não fica oleosa, mas é bom passar um hidratante confiável para sua pele em seguida.

Bem, por enquanto estas são as formas que uso meu óleo de coco, e gosto de todas elas, vi bastante resultado, e agora não abro mão do produto, por isso indico mesmo. Seja para consumo alimentar, capilar, cutâneo ou para tudo igual eu faço.

Encerramos o tema do óleo de coco neste post,
se tiver interesse, veja os posts anteriores sobre o produto.



Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Aqui o papo é light!