segunda-feira, 16 de junho de 2014

Aftas

Estas são lesões comuns em adultos e em casos especiais em crianças. A afta pode ser consequência de algum traumatismo, ou um sinal de alerta à saúde


O que é a afta?
As aftas são conhecidas como lesões ulceradas que surgem na mucosa (boca, gengiva e língua). Na maioria das vezes elas aparecem vez ou outra e logo desaparecem. Mas em outros casos, podem ser persistentes e causar grandes desconfortos.

Geralmente são diagnosticadas três principais tipos de aftas:

Aftas traumáticas – causadas por aparelhos e próteses dentárias mal ajustadas, neste caso ocorre a lesão e geram as feridas. Este tipo de afta também pode aparecer em casos mordidas fortes na boca durante a alimentação.


Aftas alérgicas – Ocorre por consequência de alergia alimentar ou a medicamentos.

Aftas por doenças sistêmicas – nas mulheres por problemas hormonais, é muito comum aparecerem as aftas. Mas no geral, as aftas se manifestam como um sinal de alerta para doenças graves como úlceras de estomago, gastrites, acidez no estomago e fígado, AIDs, e baixa imunidade. As aftas aparecem também em casos que o indivíduo apresenta febre, inflamações dos gânglios do pescoço,



Sintomas 
Não importa seu tamanho, as aftas são dolorosas, provocam ardências e deixam a área afetada com vermelhidões. Podem apresentar bolhas, acumulo de pus e até sangrar, mas isso ocorre por estarem em uma área delicada do corpo.

Costuma apresentar dores quando o indivíduo esfrega, tenta estourar, ingere alimentos quentes, picantes ou ácidos. A dor é o principal sintoma, muitas vez também um desconforto e mal hálito pode acompanhar o problema. É recomendável procurar por um médico.

Previna-se
É fundamental manter a higiene bucal impecável, com a utilização de antissépticos bucais. Não tem jeito, para evitar este tipo de problema é necessário manter uma alimentação adequada e diminuir o consumo de alimentos cítricos ou ácidos. Mastigue bem todos os alimentos que for ingerir. Consuma vitaminas que aumente a sua imunidade.

Tratamento
A cicatrização não é demorada, pode durar no máximo uma semana e meia. Para diminuir a dor, lance mão de antissépticos bucais que eliminam as bactérias e anestésicos que ajudam a diminuir a ardência. Durante o tratamento esqueça alimentos picantes e também os ácidos, é importante cortar café, refrigerantes ou sucos ácidos.

Se mesmo com os cuidados básicos o problema e o incomodo persistir, apenas um médico poderá diagnosticar e indicar o melhor antibiótico para um tratamento mais eficiente.

Não se automedique.
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Aqui o papo é light!